quarta-feira, 6 de maio de 2009




A POESIA DE EURICO


Ah...se a minha poesia seguisse Eurico tudo seriam flores, e eu não pensaria em tantos motivos para o que deu errado.

Se a verdade fosse minha, e não essa dúvida advinda de antecipações do passado que não me deixam ultrapassar a barreira da calma, tudo acabaria na cama: as discussões, o acerto de contas, as vontades.

Se a pedra fosse a mesma depois de seguidos golpes do mar, tudo seria em vão, eu ainda estaria pensando em providências e nem me encantaria a poesia de Eurico, minha cabeça estaria longe e meus olhos em outro lugar.

Meu amor bateu em retirada porque a vida não é tão doce como a poesia que Eurico me põe à boca, esse melado, essa implicância de fiapo entre os dentes, essa brincadeira de tutti-frutti presa no canto atrás do ciso.

Eurico estende o tapete quando passo nesse chão de terra batida e pedras pontiagudas e eu gosto desses mimos e das cócegas.

Enquanto do outro lado alguém me aponta uma faca por debaixo da camiseta, me ameaça com o cano da arma na cintura e diz que tudo não passou de mero engano; quando tudo já caiu por terra, quando meus joelhos escarnados se acostumaram à dor de estimação, um fulano bate a porta e diz que não volta.

Ah...se a minha poesia sorrisse como Eurico ao invés de verter lágrimas e soluços, eu viraria a mesa e estaria pronta para novos abraços. Eurico seria o meu ponto de partida, a volta de 180º, a constatação após previsões de sua vinda.

É um colorido essa poesia de Eurico porque não é só verde ou azul, é água, é turquesa, é abacate, é real.

Ah...se a poesia de Eurico coubesse aqui...quanto de mim não seria empenhado...

Dedico a Eurico por seu Eu-lírico.

7 comentários:

Dauri Batisti disse...

Vim aqui para prestigiar a homenagem que voce faz ao EURICO. Sempre digo que na blogosfera há muitos amadores em poesia - eu entre eles - mas o Eurico é um artista. Ele faz ARTE.

Beijo

Eurico disse...

Dauri, irmãozinho, não diga isso. Vc é que é o artista, vc sabe disso. Sou teu admirador e sei avaliar uma obra de arte, e, no teu inconfundível estilo, eu reconheço a pura arte.

Mas, menina Rosi...
Agora é nós. rsrsrs

Fico grato, pq percebo nas entrelinhas, que, apesar de tuas lutas pessoais, tens a capacidade e a virtude, de dedicar um tempo aos amigos. Eu, como amigo mais velho tenho de te dizer uma coisa antiga e tantas vezes repetida: tudo passa!
Vc entende o que digo.
A vida é breve e em breve as flores do jardim perde todas as sua pétalas. Urge que desfrutemos de seu perfume, enquanto há tempo. A vida nos quer aqui e agora. Vivamos pois, intensamente, as dores e as alegrias. E é algo divino a fugacidade destas. Se a dor ou a alegria se eternizassem que terrível não seria a vida. O gozo e o sofrimento são fugazes para que nós os possamos suportar.

Daqui há uns anos estaremos a rir de nós e nossos desesperos...

Força!
E muita paz!

( rs... Estou rindo pq dia desses estava eu a dizer isso a minha filha mais nova. Ela tem a tua idade. rsrsrs

Luis Eustáquio Soares disse...

compartilho a admiração, tecida e entretecida pelo justo reconhecimento, ao poeta eurico, cuja poesia não se contém na pauta, visto que transborda em quereres outros, de rios de mundos, no rosto de um qualquer, como deve ser.
meuabraço,
luis de la mancha

fernando disse...

Fiquei curioso para conhecer a poesia de Eurico, vou dar uma espiadinha no blog dele.
Muito bonito o seu gesto de homenagear a poesia de um homem comtemporâneo, pois às vezes fico com a impressão de que os leitores, só apreciam escritores mortos.
Num tempo de fúria e egoísmo, gestos com seu demonstram que nem tudo está perdido.

Eurico disse...

Comnetário 3 em 1:

Grato, meu mestre e amigo Luís de la Mancha. E agora solidário confrade do Pés. Grato.

***********************

Caro Fernando, vim te agradecer a visita por aqui, já que não tive acesso ao teu blog. Grato pelas palavras. VC já sabe do cração enorme dessa menina-poeta, a Rosi, né?
Através dela, e relendo as suas palavras cheias de ternura e inteligência, podemos ter a certeza de uma coisa, dita pelo Gil:
" o Rio de Janeiro continua
lindo..."
****************************

Grato, sempre grato, Rosimeri.
(vc me lembra muito a minha filhota Nicole, morena bonita feito vc, qualquer dia posto as fotos dela. Coruja eu, né?)

Ester disse...

Não podia deixar de passar aqui nessa homenagem que é de todos nós que apreciamos o trabalho de Eurico..

Concordo com o Dauri, Eurico é um artista, e o que me toca é que sua escrita tem uma grandiosidade simples e poderosa, me emociono com seus poemas! Quando acontece de eu não entender, ainda assim me toca, como aquelas flores exóticas, repletas de um perfume complexo trazendo em si um misto de essências doces e indecifráveis.. Nelas encontramos nós mesmos.

Parabéns à vc Eurico! Parabéns a minha amiga Rose com sua sensível homenagem!

Mírian Mondon disse...

Que homenagem mais doce! Parabens e vou lá conhecer o Eurico!

Beijos