domingo, 18 de janeiro de 2009


Paixão...falou-se muito hoje da palavra, do sentido empregado, não de rompantes, mas do correr devagar nas veias, do caminhar em passos leves sem a pressa dos amantes no afogar-se em si mesmos, da fatia que perdura em nós, nessa garra semente; da paciência pelo germinar, madurar e colher.

Não entendia o tempo que meu avô levava, não entendia essa adoração pela horta, a paciência que invejo desde a ponta. Ele mantém cascas de legumes e frutas como adubo, ele distribui, observa as pragas nas culturas, ele poda e espera crescer, ele celebra cada pequeno fruto, cada flor que se abre acenando resistência. Meu avô tem paixão pela terra e fala das plantações todas, de mandioca à bucha, como a mãe experiente fala sobre sua experiência com recém nascidos.

Paixão... preciso reafirmar, preciso ouvir para poder convencer-me dos dias que passo sem recionalizar o sentimento. A paixão pousa em mim na satisfação do trato com o outro, basta um sorriso em qualquer caso e estou ali entregue. O sorriso estreita diferenças, o sorriso é o convite para entrar em casa, é o cumprimento com os dentes, e é só deixar por conta que as feições todas se encarregam de reverenciá-lo.

Paixão é fósforo aceso que não quer apenas que o palito queime, quer de fato, acender-se de outras formas.

Há paixões de muitas formas e por muitas coisas, de medidas imensuráveis e de categorias várias separadas pelo corredor de variedades que a gente se dispõe. Seja qual for a sua paixão, tenha certeza de que por mais duras penas, o resultado do que se emprega em esforço é sempre maior e dignificante.


Rosemeri Sirnes




3 comentários:

Esterança disse...

Apaixonei-me por esse texto!=D

È um tema que tenho pensado também, o que pode impedir a força da paixão?! Só o amor mesmo...

mas amor sem paixão, é uma coisa muito chocha, não?!

se fosse para escolher entre um e outro, claro, o amor vence tudo..



beijo estelar*

Lu Olhosde Mar disse...

adorei o texzto e a flor de maracujá..passion fruit....ótima alegoria!

fernando disse...

A paixão é realmente atraente, contudo, é fugaz, se desgasta rápido, o amor é mais indicado, e não só o amor entre um casal que se realciona, mas sim no sentido amplo da palavra.